Paranerdia 52: Quadrinhologia: Mangás

Saudações “ao contrário” queridos ouvintes! Retomando minha série de programas Quadrinhologia, eu junto com meu “comparsa” Gabriel Webler recebemos nossos convidados: Matheus “HQ Man” Vale do Quadrinhossauro e Claudio o Dragão Dourado do Omegacast para falarmos tudo (ou quase tudo) sobre os Mangás[bb]! Saiba neste cast:

  • O que é Mangá?
  • Diferenças entre mangás e comics
  • Tipos de mangá
  • Maiores nomes do mangá

Vá então rápido até o player abaixo e divirta-se! Dúvidas? Sugestões? Broncas? Mande-nos um e-mail para  paranerdia@paranerdia.com.br ou clique aqui e utilize nosso formulário de contato Trilha Sonora deste Cast:

  • Os Seminovos – Luke, Eu sou seu Pai (tema oficial da leitura de e-mails)
  • Tema de Kaneda (Akira)
  • Abertura de Astroboy
  • Abertura de One Piece – We Are
  • Bink’s Sake – Versão Chapéu de Palha
  • Músicas BG de One Piece

Links relacionados: Momento Merchandesign:

 Comentados nos e-mails:

Comentados no Cast:

Vida Longa e Próspera

Play
  Arquivo compactado(ZIP): Download

35 Responsesto “Paranerdia 52: Quadrinhologia: Mangás”

  1. actionnerds disse:

    PRIMEIRO…
    Hahahahahaha

    Ótimo tema para um podcast fantástico. Baixando e logo menos, volto para comentar!
    /o/

  2. "Eitirriro", não. É "Eiichiro" ("Êi-i-tchi-ro")

    Ainda preciso escutar novamente esse programa para anotar os "paradoxos" e talvez esclarecer algumas coisas que ficaram "soltas". Mas o papo foi bom mesmo assim, mesmo com a presença de um orelha que não entendia nada.

    PS: em tempo: tá cansando já essa mania de todo otaku metido a intelectual em desmerecer o Naruto como "literatura menor". "Ahh, ninja laranja? Que merda." Pombas, para um mundo onde ninjas usam MAGIA para se camuflar, que importa a roupa que ele veste? :P
    Se for reclamar que reclame de Bleach, cuja história já não existe mais e cada volume novo que sai é porrada, porrada, porrada que não acaba mais. Eu ainda compro esse mangá só para saber como é que essa joça termina, mas se soubesse no #1 como seria o #40, nem teria começado a comprar. E pensar que ele começou tão interessante, mas o autor perdeu o rumo e está seguinte pela inércia das "lutas sem fim"

    • NerdMaster disse:

      Pronto, tava demorando pra alguém ouvir que eu falei errado o nome do EIICHIRO ODA!! hehehehehe

      Obrigado pelo puxão de orelha, Marcio e espero seu e-mail com os paradoxos que houverem (apesar de achar que não hajam muitos)

      A gente não falou mal de Naruto por ele vestir aquele pijama laranja. A gente falou mal de Naruto por que as histórias ficaram uma bosta. Admite vai?

    • Dragão Dourado disse:

      Kra, se ouvisse o omegacast 38 de one piece http://migre.me/86Pqp vc entenderia todos os motivos por que não somos muito fãs de naruto, mas o basico é a história tinha bastante potencial e foi degringolando e hoje tá muito agua com açucar decepcionate mesmo.

      e esse é um motivo que nem começei a ver bleach por esse motivo.

  3. aLx disse:

    Bom, por não acompanhar Mangás, então vou me resumir a um "obrigado pelos peixes e até logo!"

    Ah sim, boa lembrança do Akira. Fantástica animação!
    Pena que o DVD — no link do Submarino — esteja esgotado.

    Abraços.

    aLx

  4. Drugue disse:

    Excelente tema! Acompanho mangás a um bom tempo, apesar de limitar minha aquisição a no máximo um por vez, mas curto bastante e curti muito o episódio. O termo que você estava procurando para magás coreanos NerdMaster era, se não me engano Manwá, não sei se é exatamente assim que se escreve e nem se é um termo oficial, mas a maioria dos mangás coreanos que eu vi tinham essa nomenclatura. Sobre One Piece, eu também sou um viciado no anime, apesar de ainda estar por volta do episódio 222 e não pude deixar de correr na banca e comprar o Mangá assim que vi que ele foi lançado, a qualidade esta excelente. Vou deixar também minhas recomendações, atualmente está sendo lançado no Brasil Basilisk, um excelente mangá que mistura romance a batalhas de ninjas com habilidades únicas, o mangá e o anime são excelentes, agora dois que eu sou obrigado a falar mesmo já tendo terminado a publicação, o primeiro é um dos meus animes/mangás favoritos o excelente Death Note que teve um ótimo tratamento aqui no Brasil, outro que é excelente, tanto em tratamento como em história é o mangá de O Tigre e o Dragão, o mangá tem uma arte belíssima, totalmente em cores a conta a história antes do filme, eu que sou um grande fã do filme não pude deixar de conferir.
    Parabéns pelo episódio!

  5. Kio (Caio Cesar) disse:

    Salve, paranerdaiada.

    Apesar de não gostar de mangás (exceto Lobo Solitário e Akira) resolvi ouvir o programa para, pelo menos, agregar algum conhecimento sobre o assunto.
    Neste ponto fiquei satisfeito, o papo foi interessante e fluente. Mesmo havendo tantas recomendações incisivas, não sei se darei chance ao estilo… quem sabe um dia.

    Abração.

    • NerdMaster disse:

      Você achou incisivas nossas recomendações?
      Bom,bem que eu tentei mesmo deixar bastante claro minha opinião sobre Shaman King e One Piece! hehehehehehe

  6. Diego Miyabi disse:

    Como assim saiu Paranerdia e nem fiquei sabendo? Entrei no site e dou de cara com o tema Mangá hehe.
    Gostei do cast bem informativo pra quem está começando ( que n é o meu caso hehe) e se não me engano é Manhwa a nomenclatura para quadrinhos coreanos.

    Abs

  7. Nerdanderthal disse:

    Bem, eu já havia tuitado sobre não curtir mangás, mas curtir muito do Paranerdia (sem acento).
    E não estava errado: o papo com Gabriel Webler, Matheus “HQ Man” e Claudio o Dragão Dourado, sob a batuta do ONerdMaster, foi muito bom. Me prendeu do começo ao fim.
    Parabéns a todos e obrigado por mais um Paranerdia (sem acento), o melhor podcast 100% nerd!!!

  8. actionnerds disse:

    Papo muito bom de quem realmente entender do assunto.
    Mesmo que o Gabriel fique por fora, mostrou que não estava ali somente de número não.

    Um mangá que acho fantástico e ficou de fora deste podcast é Hellsing. Diferente do mostrado no anime, o mangá tem uma história muita boa com relação aos 'novos nazistas'. Outro que merece destaque é o de Evangelion que NUNCA irá terminar.

  9. Aoshi-Senpai disse:

    Ohayou Alexandre!

    Primeiramente agradecê-lo por trazer o tema ao paranerdia.
    Sou um ouvinte novo e totalmente multicultural… Além de curtir MUITO cinema e literatura, consumo HQs, Mangás, Séries e Animes praticamente todo o dia(tenho um pézinho em cada um dos rótulos NERD, GEEK e OTAKU).

    O mangá é realmente um termo muitíssimo agradável e com muito pano pra manga.
    Como virei paranerdiano recentemente, não sei ao certo se vale cobrar isso, mas achei que faltou um pouco do contexto histórico e de toda a trajetória do mangás deste os tempos mais antigos no Japão até a era moderna aqui no Brasil. Talvez um outro episódio mais informativo sobre a história, quem sabe… ^_^x

    Achei que faltaram algumas coisinhas quando se destrinchou e explicou o que faz de um mangá um mangá. Talvez a característica mais marcante(maior até do que o fato da direção de leitura) sejam os olhos gigantes dos personagens. A turma da Monica Jovem que você citou poderia ser (e provavelmente é) publicada no Japão como um mangá estrangeiro sem problemas. Os olhos grandes dos personagens são praticamente a única opção que os mangakás tem quando querem expressar qualquer sentimento. Raiva, amor, vergonha, dúvida, nervosismo… Tudo isso transborda pelos olhos gigantes e esta é, sem duvida, a maior característica de um mangá. Isso e as linhas para expressar movimentação, as onomatopéias gigantes…
    Se o Tezuka tivesse nascido em um outro país que não o Japão, provavelmente lería-se da esquerda para a direita, mas os detalhes principais do mangá continuariam na publicação.

    Meu mangá favorito de todos os tempos, sem duvida, é Rurouni Kenshin (Samurai X – graças aos tradutores americanos retardados…). Atualmente, acho que o Matheus(será que foi ele) indicou certeiramente. Pra quem tem dúvidas de como é o mercado editoral de mangás, BAKUMAN retratata 100% de tudo que acontece. É um Excelente mangá…

    Para não me estender demais, acho que o principal é isto.
    Desculpe pelo comentário gigante…

    Vida Longa e Prospera

    Ja ne!

    PS: Matheus tem a mesma voz do Vivacqua…
    PS²: Shamam King foi transmitido no Japão pela primeira vez em 2001. A manchete terminou suas atividades em 99, então não foi lá que você viu Shamam King não… Foi na Fox Kids!!!

    ;)

    • NerdMaster disse:

      Valeu por este "pequeno" comentário Aoshi-Senpai!

      Deverei fazer outro cast com certeza para abordar mais a fundo as origens históricas do mangá.
      Este episódio foi mais pra apresentar os quadrinhos orientais pro público em geral.

      Inclusive quero convidar VOCÊ para esse episódio mais histórico,pois pelo visto tu manjas muito bem do assunto.

      PS1: O Matheus é um Vivacqua com sotaque nordestino então.
      PS2: Se não foi na Manchete, foi no filhote dela A Rede TV, mas eu tenho CERTEZA que vi na TV aberta

    • NerdMaster disse:

      Valeu por este "pequeno" comentário Aoshi-Senpai!

      Este episódio foi criado mais com o intuito de apresentar aos ouvintes que não conhecem os quadrinhos orientais como é um mangá, entende?

      Deverei fazer outro episódio indo mais a fundo nos aspectos históricos e culturais dos mangás. E gostaria desde já de convidar VOCÊ a participar deste outro episódio,pois como pude ler, você parece manjar bem desse assunto. Topas?

      PS1: O Matheus é um Vivacqua com sotaque nordestino então
      PS2: Se não foi na Manchete, então foi na "filha" dela a Rede TV, mas eu tenho CERTEZA que vi Shaman King na TV aberta!

  10. HQ-Man disse:

    Discordo em parte dos olhos grandes serem as principais características nos mangás porque isso começou a aparecer pós-Segunda Guerra, na produção mais moderna de mangás, influenciados pela Disney e a introdução dos comics no Japão. Os quadrinhos japoneses e a arte sequencial produzida lá não tinha essa característica antes desse período.

  11. Maick Costa disse:

    Aê pessoal….

    Que papo legal no cast. Apesar de não acompanhar mangás, o papo no cast foi muito legal de ficar escutando. A lá o Gabriel evoluindo da leitura de e-mails/comentários para a participação como convidado orelha.. hahaha…

    Parabéns tio Nerdmaster.

  12. Almighty disse:

    Acompanhei One Piece pela Editora COnrad, mas eles pararam de publicar. Agora que a Panini voltou com a publicação, estou tentado a voltar a acompanhar o bando do Ruffy. Mas desanimei ao saber que o mangá é infinito e já está no capítulo 49834970578 no Japão. Sim, o mangá é excelente, mas eu não quero morrer sem ler o final dele :P
    Papo muito bom, e parabéns especial ao Cláudio, que se mostrou um grande especialista no assunto.
    Abrtaço!

    • NerdMaster disse:

      Não desiste de One Piece Almighty!!

      Ele não será "infinito". Eiichiro Oda já afirmou que está na metade do que ele planejou pros tripulante do Chapéu de Palha.

Leave a Reply