Paranerdia 84: O Fantástico Jaspion

Vitrine-ep84

Saudações heróicas queridos ouvintes!

Este episódio do Paranerdia vai levantar uma nuvem de mofo na memória de quem viveu nos anos 80/90!

Eu, Alexandre “NerdMaster”, convidei meus amigos Claudio o Dragão Dourado do Omegacast, Bill Ogro do Cidade Gamer e Wellington MacGaren do Twipcast para falarmos de uma das séries tokusatsus mais amadas pelos brasileiros: O FANTÁSTICO JASPION!

Saiba neste cast:

  • Por que Jaspion fez tanto sucesso no Brasil?
  • Por que Jaspion foi um fracasso no Japão?
  • Os melhores e os piores episódios de Jaspion

Vista sua armadura metálica, entre no seu robô gigante e vá até o player abaixo pra ouvir mais esse episódio!

Dúvidas? Sugestões? Broncas?

Mande-nos um e-mail para  paranerdia@paranerdia.com.br ou clique aqui e utilize nosso formulário de contato Trilha Sonora deste Cast:

  • Os Seminovos – Luke, Eu sou seu Pai (tema oficial dos recados)
  • Trilhas sonoras da série Jaspion[bb]

Links relacionados: Comentados nos recados:

Momento Merchandesign:

 

Vida Longa e Próspera

Reproduzir
 Arquivo compactado(ZIP): Download

26 Responsesto “Paranerdia 84: O Fantástico Jaspion”

  1. Seu Mota disse:

    Aquilo, sim, era um permanente…

  2. Diego Miyabi disse:

    Como assim NerdMaster não gosta de Sharivan? É o melhor dos 3 xerifes espaciais

  3. Susana Goicochea disse:

    Legal pessoal, alguns eu vi, boas lembranças.
    Também adoro essa: VIDA LONGA E PRÓSPERA.

  4. Podcast muito bom, e ô Japa rabuda gostosa!

  5. @willianspengler disse:

    ♪ Come on Boy… Tsurai toki Hodo.. Come on Boy… Waraou ze… Sousa Yuuki ga Sugu modoru!!♫

  6. igudima disse:

    Ótimo episódio, Nerdmaster! Gostei muito, foi excelente relembrar deste herói que marcou minha infância. Vou ver até se assisto alguma coisa qualquer hora pelas "internets" da vida. Rs… Achei só que vocês se alongaram um pouco na descrição dos atores, mas é coisa de fã, eu entendo.

    Olha, episódios como esse só me fazem reforçar uma ideia… Bem que a serviços de streaming (tipo Netflix) podiam colocar conteúdos assim na grade, já pensou? Eu veria, com toda certeza!!

    Ah, e não lembrava da trilha sonora do seriado era tão boa assim. Muito bom!!!!!

    Valeu Nerdmaster!

    Abraços!

  7. Seu Mota disse:

    Mais um adendo em relação ao Jaspion e seu hairstyle: não era transformação "telepática". Ele sacudia o black power e as caspas cósmicas saiam de lá pra transformarem-se na armadura. É nanotecnologia simbiótica: "Dá esse teu sebo de couro cabeludo e te damos uma armadura style!"

  8. Bazulão disse:

    Parabéns pelo cast meu velho!!! Jaspion é do balacobaco!!!

    E eu já lutei contra o Jaspion!!!

  9. Alesith disse:

    Que tema bacana e inesperado!
    e veio logo ,que eu resolvi rever a série .Deu saudades quando vi o boneco da medicom! Vou ouvir e depois comentarei o que achei do cast! Desde já, parabéns pelo cast Nerdmaster!!!

  10. Magico disse:

    Antes de mais nada, Dragão Dourado: de nada e ás ordens.

    Agora vamos lá.

    Jaspion sempre foi uma de minhas séries favoritas, daquelas que você simplesmente não esquece e guarda com carinho no coração (como Patrulha Estelar, por exemplo). Minha história com o Jaspion começa com Ultraman e Spectreman, como tenho 38 anos, sou do tempo em que tais séries eram exibidas e como não podia deixar de ser, era fã delas. Quando as mesmas deixaram de ser exibidas, abriu um vácuo que foi preenchido com animações e outros seriados.

    Porém, houve uma época em que saia com os amigos para ir as locadoras, não para a locar um filme, mas simplesmente desenhar as capas dos desenhos que estavam disponíveis. Porque fazíamos isto eu simplesmente não lembro, mas tente imaginar garotos de 10 a 15 anos pegando as capas das fitas para desenhar em cima delas. Uma destas fitas, eram os videos da Everest, começando por Comando Dolbuck e outros animes raros na época e também, como não podia deixar de ser, dois seriados esquisitos: Jaspion e Changeman.

    Um tempo depois, um dos meus amigos me contou a bomba: "lembra do Jaspion? Parece que ele tá passando na Manchete". No dia seguinte, a impaciência foi demais, pois contava cada minuto até o inicio do episódio, pois era um retorno, pelo menos para mim, aos tempos de Ultraman. Não foi um retorno, foi algo muito melhor. Recordo que toda vez que começava o Jaspion, a rua ficava vazia, pois brincávamos bastante e só voltamos quando o episódio terminava, agora comentando o que aconteceu. Os episódios em que o Sensor Ótico era acionado ou quando o MacGarem aparecia em duelo eram esperados com ansiedade.

    Se não me falha a memoria, meu primeiro episódio foi o "Ataque a Tókio", aquele da Expo Tsukuba ou o episódio em que o Jaspion corta o cabelo. Curiosamente (ou não), daquele momento em diante, a série deixava de ser tão cômica, ou melhor o Jaspion deixava de ser um palhaço e ficava mais sério. Gostei muito mais série depois deste episódio. Por falar nisto, não quase nada nesta série que não goste mais e considere superior aos Metal Heroes (desculpe reconheço que Kenji Ohba é foda, mas era só isso que Gavan tinha): a transformação enxuta, a armadura era mais legal, os vilões eram mais sinistros, os monstros tinham mais carisma, a trilha sonora era demais e pare fechar tinha "O" ROBÔ GIGANTE: o Daileon, sem mais meritíssimo.

    É lamentável saber que Jaspion não foi um sucesso em seu país de origem. Assistindo aos demais Metal Heroes (os Uchu Keijis – Gavan Sharivan, Sheider e o Speilvan) dá para entender que a fórmula utilizada na série até então funcionava: a transformação explicada a cada episodio, os monstros de tamanho normal, os Mechas esquisitos com dupla ou tripla função – nave, robô, arma) e as dimensões alternativas para explicar porque todos os combates aconteciam sempre no mesmo lugar (a Pedreira da Toei). Jaspion foi a série que quebrou tudo isto, mostrando versões mais criativas ao meu ver, as vezes voltando atras em certos conceitos que eram vistos em séries de Super Sentai (os Monstros Gigantes, por exemplo). O que não dá para entender é que Gavan surgiu como uma tentativa de mudar os paradigmas vistos a exaustão nos Sentais, com um protagonista que luta mais antes de se transformar, só para citar um exemplo e se tornou um marco a tal ponto de nunca mais ser esquecido e ainda aparecer em produções atuais (vide os filmes do Gokaiger e o novo filme do Gavan), mas Jaspion, que atualiza o conceito, simplesmente foi ignorado e deixado de lado. Uma pena.

  11. Magico disse:

    A maldição o perseguiu até aqui, pois conta-se uma lenda de que Jaspion e Changeman só cairam no pacote de licenças por acaso, pois a aposta mesmo era a animação Comando Dolbuck, que teriam saido apenas nas locadoras e ainda por cima, duas outras série poderiam ter vindo em seu lugar: Dragon Ball e Saint Seiya. Vou manter esta informação apenas como "boato", ok.

    No Brasil, Jaspion é um marco tamanho que simplesmente virou sinônimo de heroi Japonês. Bem antes do termo Tokusatsu se tornar popular, dizer algo: "é aquela serie tipo Jaspion" era algo bem comum de ouvir, ao se retratar das séries japonesas. Ele e os Changeman – sim, também concordo que estão no mesmo nível – se tornaram uma referencia para nós e até hoje continuam sendo assistidos e desejados. Eu fiz questão de comprar a lata e sim, Nerdmaster, foi graças a indicações suas no Blog do Jotacê que peguei a minha versão com aquele boneco, horroroso é verdade, mas mesmo assim gosto dele, além do mais, peguei com desconto (R$49,90 na lata ^_^). Hoje infelizmente, faço parte da longa lista de fãs que só tem os dvds, o álbum de figurinhas (completo, ora bolas) e recentemente consegui a Turbo Magnus. Um dia eu ainda consigo o Jaspion em action figure.

    Tenho mais curiosidades como uma história que tenho do circo show, da minha coleção de Jaspion em quadrinhos e outras histórias, mas deixo para outra oportunidade. Por hora, agradeço a oportunidade em ouvir um podcast tão bacana e fico na aguardo de outros no mesmo nível. Meus Parabéns a você, Nerdmaster e a todos os participantes.

  12. Drugue disse:

    Rapaz, Jaspion! Ai sim hein! Confesso que não era um grande fã de Jaspion na época, curtia mais o Jiban e o Jiraya, mas tenho boas lembranças dessa série principalmente do carro, que diga-se de passagem eu curtia tanto que comprei uma miniatura na época(só que quem pilotava era o Jiban…rs) e claro que todo mundo lembra do Japa de Afro…rs O episódio ficou muito bom, mas acho que depois de escutar o podcast quem (se existe alguém que) não assistiu Jaspion na época não vai assistir não…rs

Leave a Reply

'