Paranerdia 91: Montando Robôs Gigantes

vitrine-ep91

 

Saudações robóticas queridos ouvintes!

Notícias urgentes! Kaijus foram avistados no Oceano Atântico, próximos ao litoral do Brasil! O governo brasileiro instituiu o N.E.R.D. (Núcleo de Estudos em Robótica Defensiva) para a criação de um Jaegger Braisleiro!

Estão à frente desse projeto:

  • Marechal Alexandre “NerdMaster” Carvalho, comandante do Instituto
  • Dr. Prof. Mestre Cigano Vergara, cientista-chefe do projeto
  • Vitor Hugo Mota e Juliano Lopes, postulantes ao cargo de pilotos do Jaegger

Como o Brasil conseguiu os subsídios para a criação de um Robô Gigante? Quais serão suas armas de ataque e defesa? Quais as estratégias de combate que serão utilizadas? Saiba isso e muito mais neste relatório especial em áudio!

Dúvidas? Sugestões? Broncas?

Mande-nos um e-mail para  paranerdia@paranerdia.com.br ou clique aqui e utilize nosso formulário de contato

Trilha Sonora deste Cast:

  • Os Seminovos – Luke, Eu sou seu Pai (tema oficial dos recados)
  • Trilha Sonora do filme Círculo de Fogo

Links relacionados:

Comentados nos recados:

Vida Longa e Próspera

Reproduzir
 Arquivo compactado(ZIP): Download

27 Responsesto “Paranerdia 91: Montando Robôs Gigantes”

  1. Diego Miyabi disse:

    Excelente. Ficou muito engraçado e dinâmico. Vida longa e prospera!

  2. Flavio Gomes disse:

    Olá nerdmaster! Eu também tenho a minha historia sobre como seria o "Circulo de fogo brasileiro".
    Tudo começa com uma fenda que se abre em Fernando de Noronha, onde ocorre o primeiro ataque, o governo de Pernambuco pede ajuda as forças nacionais que a custa de muitas mortes, como o governo não dispõe de verbas suficientes para a construção de um robô e isso contará com a iniciativa privada, com empresas dispostas a financiar o projeto.
    A fenda se abre novamente e e um Kaiju se dirige ao Rio de Janeiro. Uma empresa japonesa cede um modelo geração 4 cujo fizeram mudanças fundamentais quanto a batalha do pacifico, ele possui duas vias de energia uma eletrica e outra nuclear e o Jaegger tem paineis solares que podem recarregar o robô em um combate diurno, como armamentos ele possui duas facas de combate e duas pistolas de 35 mm, as chapas de titânio e aço são reforçadas para garantir tanto poder defensivo quanto destrutivos, podendo se utilizar da força bruta, os pilotos especialistas em combate urbano, ambos são membros de elite das policias de seus estados.
    E por ultimo, o nome, "Redentor".
    A ponte, Rio Niteroi é destruída e o Kaiju se dirige para a orla de Copacabana. Enquanto isso, o Jaegger, parte da base em São Paulo e caminha em direção ao Rio, para pegar embalo e seguir mais rápido, ele usa um navio como prancha e acerta o kaiju em cheio com uma voadora, mas o Kaiju é um excelente nadador, anida machucado ele parte em direção ao cristo redentor para jogá-lo em cima do Jaegger, quando se aproximava do cristo ele leva um tiro na cabeça e quando achava que o trabalho tinha terminado, o Kaiju se levanta em fúria e de abre as asas e sobe o mais alto que pode e desce em um razante, o kaiju saca suas facas salta para rasgar as asas do Kaiju que cai sangrado muito, o Jargger se aproxima e descarrega todo o pente das pistolas até a cabeça do Kaiju estourar.

  3. Jonathas Madeira disse:

    Rachando o bico de rir aqui imaginando a produção e construção do primeiro "Gagger" brazuca, hahaha… No entanto, mesmo com todas as tecnologias de ponta, acho que cabia ainda a construção de outro possível armamento: depois da queima da garapa e produção da "mardita" dentro do robô, poderia haver uma seringa para injetar diretamente a cachaça no Caiju, assim seria mais fácil combater ele, já que o mesmo estaria caindo de bêbado (ou, na pior das hipóteses, ele iria abraçar o Simon Seis e dizer que ama ele como irmão, que considera ele pra caralho, que a culpa dos ataques é da esposa dele que fica em casa só reclamando huahauahuha). No mais, meus queridos, parabéns pelo ótimo e hilário programa. Fortes abraços e vida longa e próspera!

  4. Jonathas Madeira disse:

    Hahahaha… isso que dá escrever o comentário antes de ouvir os extras do cast… vocês falaram justamente o comportamento que eu disse que ia acontecer com esse robô movido a garapa, huahauha

  5. Malditos!
    Nunca mais conseguirei ver o Rim do Pacífico sem que a imagem de um Jagger com uma tela de led em que aparecem vários POW, PAM, SCATAPLAF, etc me venha à mente

    abraços

  6. Mega Mendigo disse:

    Comecei a ouvir o podcast nesse instante, e desde já digo que vai rolar muita falcatrua, superfaturamento e diversos políticos trocarão seus carros por robôs gigantes!

    Propaganda free (As1001 faces do Bátema): zip.net/bdmTdR

  7. Inoue disse:

    Saudações NerdMaste.
    Baixando atrasado,mas muito ansioso por ter achado muito "massa veio" essa homenagem do Guillermo Del Toro.
    Vida longa e próspera.

  8. Valente disse:

    ***** Atenção!!! Não escutar no ambiente de trabalho! *****
    Com certeza, no Brasil o projeto seria aprovado com 4 braços(mas só teria 2 e 1 feito com material de segunda mão), e só em carater de urgencia onde fica mais fácil desviar…
    Brincadeiras a parte, ficou muito bom!!! Ri muito…
    VLeP

  9. Hugo Meira disse:

    Vamos ouvir!

  10. Bruno Fasanaro disse:

    Sempre gostei dos seus podcast Nerdmaster, o melhor de vocês sempre foi o conteúdo. Mas este ficou muito engraçado. foi muito bacana ver como ficou mais fluido o episódio. Parabéns Nerdmaster e vida longa e prospera.

  11. igudima disse:

    Não sei porque eu não tinha comentado ainda, mas nem vou falar que ficou excelente, né? Muito bom e divertido, Nerdmaster, parabéns!

    Adorei o formato!

    Abraços!

  12. Nilda disse:

    Hoje teve terremoto no Chile, ali na falha do Pacífico, perto de onde os Kaijus foram avistados pela primeira vez

    É bom que este Jaegger esteja pronto o mais rápido possível, pois os sinais de retorno das feras estão muito claros!

    abraços

  13. ciganoweb disse:

    Caramba… como é inteligente esse tal de "Cigano" hein sr. NerdMaster!

  14. Senhor, novas informações sobre o ponto de partida dos Kaijus foram atestadas como verdadeiras.

    Trata-se da anomalia no Atlântico Sul

    Este lugar é o mais sinistro de todos citados anteriormente. Ele se encontra sobre uma área muito próxima da costa brasileira. A Anomalia do Atlântico Sul é uma região na qual o cinturão de Van Allen (sistemas de anéis de radiação) tem sua máxima aproximação com a superfície terrestre.

    O legal é que, graças a alta concentração de partículas existentes, satélites, espaçonaves e outros veículos e objetos costumam apresentar uma série de problemas quando sobrevoam a área. Tanto que o pessoal da Estação Espacial Internacional evita sair ao espaço para fazer reparos quando estão passando sobre a Anomalia. Muitos astronautas relataram que viram luzes estranhas e "estrelas cadentes" na região. Curioso não?

    Podemos parar de treinar no Nintendo DS e começar a usar o S.I.MON 6 (Sistema de Interceptação de MONstros – 6)?

    Fonte: http://www.redbull.com/br/pt/stories/133169783097

Leave a Reply

'