Paranerdia 98: A Arte da Palhaçaria

Vitrine-ep98

Saudações cômicas queridos ouvintes!

Neste 98º episódio do Paranerdia, eu Alexandre NerdMaster e o sr. Vitor Hugo Mota fizemos uma entrevista sensacional com o humorista, redator e palhaço Marco Palito!

Saiba neste cast:

  • O que é ser um palhaço?
  • Quem são o Branco, o Augusto e o Anão?
  • Qual é o limite do humor?
Dúvidas? Sugestões? Broncas?

Mande-nos um e-mail para  paranerdia@paranerdia.com.br ou clique aqui e utilize nosso formulário de contato

Trilha Sonora deste Cast:

  • Os Seminovos – Luke, Eu sou seu Pai (tema oficial dos recados)
  • Chico Buarque e os Trapalhões – Piruetas
  • Antonio Marcos – Sonhos de um Palhaço
  • Carequinha – O Bom Menino
  • Bozo – Sempre Rir
  • O Circo

Links relacionados:

Comentados nos recados:

Comentados no cast:

Vida Longa e Próspera

Reproduzir
Arquivo compactado(ZIP): Download

10 Responsesto “Paranerdia 98: A Arte da Palhaçaria”

  1. Antônio C Pereira disse:

    E o palhaço o que é? É ladrão de mulher, em alguns casos a encarnação do mal. Mas, queremos, de modo geral, rir com ele…

  2. Marcos disse:

    Opa, esse parece interessante para ouvir.

  3. Flavio Lopes disse:

    parebens pelo podcast, quando um podcast faz vc pensar/refletir é porq ele atingiu ou ultrapassou o objetivo, meus parabens

  4. Vou bancar o maluco de palestra e aproveitar esse espaço pra compartilhar umas observações sobre o episódio.
    1º. Muito maneiro ouvir um palhaço falando da arte e fora do personagem, mas sem emular o "palhaço triste".
    2º. Muito inusitado ouvir alguém defender o Zorra Total de maneira verdadeira! Nem o Maurício Sherman fazia isso quando ainda estava no programa!
    3º. A principal crítica do "humor de bordão" não é o bordão em si, e sim o fato dele encerrar a piada, por vezes matando a mesma. O legal desses programas que variam personagens é que, enquanto alguns são apenas o caminho do bordão, outros são engraçados pelo contexto. Dá pra notar muito isso na Escolinha do Professor Raimundo (obrigado Canal Viva pelas reprises). Alguns personagens só vão construir o texto até a piada manjada, outros a graça vai ficar justamente na reação do professor. O mesmo vale até pra Praça é Nossa, que foi citada e que tem um público cativo.
    4º. Fazer humor "universal" é um desafio que mesmo a Pixar apanha pra conseguir atingir. Acaba que uma piada que não dependa de um repertório do ouvinte acaba não gerando o mesmo gargalhar daquela que atende uma situação mais específica. E a Pixar fala bem com crianças e com adultos, mas tenho minhas dúvidas se eles atingem os adolescentes (embora o que precisaria atingir a adolescência, em geral, é louça pra lavar – 😛 ).
    5º. As vídeo-cassetadas tem um fator psicológico pra lá de impressionante. Por estar passando na Globo, nós acreditamos que o controle de qualidade da emissora garanta que nenhum dos acidentes exibidos na tela tenha sido realmente sério. Logo, toda a dor que aparece ali se concentra no momento e alivia o peso da consciência da risada do expectador… Ou pelo menos da minha.
    6º. Quanto a "função social do humor", ela subverte uma das prerrogativas básicas que sustenta boa parte da estrutura de piada, principalmente as "orgânicas" (e não a sátira, essa sim focada em ridicularizar o "opressor"). O inusitado, o fora do comum, o que não esperamos, são ingredientes necessários pra fazer algum absurdo aparecer como "a graça" da história que se está contando. Atribuir um estereótipo a esse absurdo – a loira, o gay, o português – pra reforçar o elemento caricatural funciona por serem tipos reconhecíveis. E o inusitado ou "fora do lugar comum" acaba recaindo sobre "minorias" justamente por serem pontos mais fáceis de destaque entre uma multidão de iguais.
    7º. As vezes pra algo funcionar no humor só precisa ser engraçado sem que se tenha que pensar muito nele. E, as vezes, pensar mais naquilo pode transformar a piada num drama. A galera que organizava os filmes nas locadoras de bairro sofriam pra saber onde encaixar o quê nesses itens…
    8º. Parabéns pelo cast!

Leave a Reply

'